Quem sou eu

Minha foto
Além de algo mais sério, entre o riso e a cerveja.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Happiness

Eu estava sentado no computador lendo tweets aleatórios na minha timeline, coisas engraçadas de gente que quando não está no computador, está pensando em algo pra escrever nele. Coisa normal de gente como a gente, blogueiros.

Abro uma pasta no meu computador e fico vendo fotos minhas com meu namorado.

Lembro de como nos conhecemos, como ele vinha falar comigo numa festa vazia e eu desviava o assunto e saía de perto dele. Lembrei que ele me pagou uma cerveja e, na pista de dança, abriu a blusa toda - empolgado em uma música - e mostrou aquele corpo lindo. Ficou com vergonha em seguida e a fechou e eu fiquei pensando "acho que ele está bêbado".
Lembro de termos ficado, de termos ido à praia, de termos conhecido amigos um do outro. De um "eu te amo" não correspondido, do primeiro "eu te amo muito e queria te dizer isso há muito tempo", da passagem de tratamento de "namorado" para "amor" e da maneira que tudo isso naturalmente aconteceu.

Então lembrei das discussões, que é comum em todo casal e não deixaria de ser no meu. Havia descoberto que ele é tão ciumento quanto eu, que com um pouco de corda faço a Heloísa.
Bobeiras que quando estamos juntos são gostosas de acontecerem e, quando separados acabam ganhando proporções que tentamos controlar: somos um casal ciumento.

Fiquei pensando isso, quando a última foto nossa havia passado pelo monitor do meu computador. Coloquei uma música para tocar, uma música - que eu vi uma vez o clipe numa tv de bar mas não ouvi a música - que ele me apresentou (não sabia disso): Florence + The Machine - Dog Days Are Over.


"Happiness hit her like a bullet in the head"


E, pensando bem, essa parte da música traduz o que foi que de fato me aconteceu quando conheci esse menino e, principalmente, quando começamos a construir nossa história juntos.
"Essas briguinhas vão acontecer sempre, verdade", suspirei sozinho no meu quarto, mas ao olhar em volta vi que cada pedaço do espaço que eu tenho em mim e que tenho meu está preenchido com um pouco dele e como isso me deixa feliz.

"Oi amor", ele chegou. Fechei a pasta com nossas fotos. Enquanto ele deixava a mochila no chão, perguntou "O que você tá fechando aí no computador que eu não posso ver, hein? Putaria com homem? Hehe"
Sorri. Ele me abraçou, deu um beijo demorado e disse "te amo".
Nossos diários "eu te amo" (na vida real ou virtual) não são - necessariamente - uma necessidade de exposição desse nosso sentimento mútuo, não abandonam nossas desavenças, não nos torna iguais, não nos distancia por eventual busca de diferenças, não apaga o que já vivemos, não cura (nem reabre, se interpretar a mensagem com deboche) feridas antigas e não garante segurança com diminuição de ciúme no presente; mas, uma coisa é certa: nossos diários "eu te amo" são assinaturas prévias do contrato que assinamos para com nosso futuro juntos. Para sempre.


Resposta ao Tumblr: Tudo o que houver

12 comentários:

  1. Fernando, o namorado.28/07/2011 16:23

    Meu amor, pra sempre! Lindo demais! :D Você não tem noção do sorrisão no meu rosto agora e da felicidade que está no meu coração. te amo.

    ResponderExcluir
  2. ai ai...
    tow suspirando...
    e pensando...

    admiro vcs...
    muito...

    ResponderExcluir
  3. o 1º encontro é especial...
    Quantas boas lembranças... Aliás momentos como esses, para vocês serão sempre inesquecíveis....
    Acima de qualquer "briguinha" há o sentimento maior entre vocês...
    Bacana a música, eu não conhecia
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ai, ai... Felicidades pra vcs! Que assim seja sempre! bjs!

    ResponderExcluir
  5. Sei bem o q é uma relação assim ... afinal já são 37 anos ...

    bjão aos dois

    ResponderExcluir
  6. Que legal, o blog e a postagem. É difícil manter uma relação duradoura nos dias de hoje. Estou com o meu há quase 4 anos e esperamos que seja pra sempre. Abraços !
    Seguindo o blog !

    ResponderExcluir
  7. eita. vcs sao caras sortudos.
    E claro que pode usar o texto! fique a vontade...
    se for pra contribuir com a felicidade do casal, ta valendo.
    bjo!

    ps: gostei do jeito que vc escreve. mto bem!

    ResponderExcluir
  8. Nossa, amigo! Que legal. Fico tri feliz por ti. Você merece. Parabéns pelo namoro :)

    -> Até a próxima, abraço! Estou com saudade! Comenta mais no meu blog, viu?

    *DB*

    ResponderExcluir
  9. WOW! Love is in the air... hehehe!
    E about your comment: eles são parecidos, mas são tb bemmmm diferentes... Hugz, man!

    ResponderExcluir
  10. Olá sou Magno Oliveira responsável pelo Blog Folhetim Cultural, convido lhe hoje a conhecer o nosso blog, que tem além de notícias, tem também atrações culturais. Como poesia, contos, crônicas e muito mais...
    Conto com sua visita no nosso espaço.

    Blog: informativofolhetimcultural.blogpost.com
    E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
    Twitter: @folhetimcultura e @oliveirasmagno

    ResponderExcluir
  11. Olá menino
    Voltei
    Felicidades, você merece.
    Obrigado pelo carinho.
    Bjão

    ResponderExcluir
  12. Fiquei muito emocionado com sua postagem, singela e sutil. Meu namaorado me passou o link e adorei. Seguindo seu blog.
    Um abraço!!!

    ResponderExcluir

"frente a uma sociedade e uma linguagem reificadas, o indivíduo afirma dolorosa, agressiva ou humoristicamente sua diferença"
Theodor Adorno